O “IRS jovem” é uma isenção parcial de IRS, nos três primeiros anos, que se destina aos jovens que obtenham rendimentos de trabalho dependente no ano seguinte ao da conclusão do ciclo de estudos. A contagem dos 3 anos pode ser sempre interrompida através de algum motivo que o justifique, como o desemprego ou inatividade.

Para poder beneficiar deste regime, terá de cumprir alguns requisitos:

  • Idade compreendida ente 18 e 26 anos;
  • Obtenham rendimentos de trabalho dependente (Categoria A);
  • Não sejam considerados dependentes no agregado familiar;
  • Ter concluído ciclo de estudos, igual ou superior ao nível 4 do Quadro Nacional de Qualificações.

O acesso ao benefício é limitado ao valor de rendimentos brutos de 25 075 euros. Ou seja, os jovens que tenham rendimentos de categoria A, igual ou inferior a esse valor, têm isenção parcial da seguinte forma:

  • 1.º ano – 30% isenção com o limite de 3 291,08 euros (7,5xIAS);
  • 2.º ano – 20% isenção com o limite de 2 194,05 euros (5xIAS);
  • 3.º ano – 10% isenção com o limite de 1 097,03 euros (2,5xIAS).

O “IRS jovem” é uma medida que apenas se aplica aos rendimentos obtidos no ano de 2020 ou posterior, após a conclusão do início de estudos. Contudo, o ano em que o jovem conclui o ciclo de estudos não se considera como ser o primeiro de rendimentos. Desta forma, pode beneficiar desta isenção por um período inteiro de 12 meses.

Vejamos agora o caso do Martim, para que fique a conhecer um pouco melhor esta medida, e veja se também é o seu caso!


Caso Prático - O IRS Jovem poupou 819,91 euros ao Martim!

O Martim decidiu em 2015 tirar a licenciatura em engenharia informática. Em 2019 terminou a sua licenciatura, ou seja, o seu ciclo de estudos.

No final do ano de 2019 Martim, com ainda 22 anos, começou a trabalhar numa empresa de prestação de serviços de informática. Assim, continuou ao longo do ano de 2020, não sendo o negócio prejudicado pelo efeito pandemia, muito pelo contrário.

Em 2020, auferiu um rendimento de trabalho dependente global, de 13 750 euros, estando assim apto a entregar o seu IRS sozinho pela primeira vez.

Sendo o Martim uma pessoa especializada em informática e pouco entendida na área da fiscalidade, contactou a UWU Solutions para o esclarecer sobre esta nova medida, da qual já tinha ouvido falar e que poderia estar abrangido.

Recolhemos os dados do Martim e fizemos a simulação do seu IRS, com a medida “IRS Jovem” e sem a mesma, estando para o efeito, o Martim, enquadrado dentro dos pressupostos do benefício. Vejamos ambos os casos:

O IRS Jovem poupou 819,91 euros ao Martim


O valor de dedução ao rendimento global seria inicialmente de 4 125 euros (13 750 * 30%). No entanto, no primeiro ano existe um limite desta dedução ao rendimento coletável, no valor de 3 291,08 euros.

O IRS Jovem poupou 819,91 euros ao Martim


Após a simulação dos dois cenários possíveis em que se encontra o Martim, facilmente percebemos a vantagem de perguntar a quem sabe. Graças à introdução deste benefício em 2020, o Martim conseguiu receber mais 819,91 euros, comparativamente ao ano anterior, ou caso não soubesse ao certo de como beneficiar desta medida.

O Martim esteve apenas à distância de um telefonema para poupar cerca de 819,91 euros. Diga-nos a que distância estamos de si e fale connosco!



voupoupar.pt - Livros essenciais para grandes investidores!

Notícias em destaque:

O EBITDA é um conhecido indicador de performance das empresas...

Continuar a ler
O que é o EBITDA? Conheça melhor o indicador mais importante da sua empresa!

Conheça aqui os passos a cumprir para um plano de gestão de tesouraria eficaz e adaptado aos dias difíceis que vivemos...

Continuar a ler
Como planear a sua tesouraria em cenário de pandemia

Visto que estas alterações vêm introduzir uma responsabilidade adicional, por parte dos trabalhadores independentes, partilhamos aqui...

Continuar a ler
Diminuições das taxas de contribuição para a Segurança Social

Começa no próximo mês de Abril, e estende-se até ao final do mês de Junho, o período de entrega da declaração de IRS relativa aos rendimentos obtidos em 2018.

Continuar a ler
IRS 2018 - Faça já a sua simulação
Visite o nosso arquivo de notícias