Será que o regime fiscal atual é o mais vantajoso para a sua empresa?

Possivelmente, aquando da formação da sua empresa, teve de optar entre dois regimes de tributação alternativos: Regime Simplificado; ou Regime Geral. Ambos apresentam requisitos, vantagens, desvantagens e bases de cálculo especificas. Por exemplo, enquanto o primeiro tem por base os rendimentos obtidos pela sua empresa, já o segundo irá incidir sobre o lucro obtido.

A opção mais favorável é, assim, definida pela comparação entre:

  • o valor do seu lucro anual (Reg. Geral); e
  • o valor resultante da aplicação do coeficiente fixo (Reg. Simplificado).

A “Creative Advantage, Lda.”, após contactar a UWU Solutions e analisar as simulações elaboradas, conseguiu obter uma poupança fiscal no valor de 3 428€, ao optar pelo regime mais vantajoso!

Vejamos a análise dos fatores relevantes ao apuramento da opção mais vantajosa para a “Creative Advantage, Lda.”.

Adicionalmente, pode utilizar o nosso simulador e confirmar qual é a melhor opção para a sua empresa.

A “Creative Advantage, Lda.” é uma empresa de Design, criada pelo Filipe, no ano de 2018. De acordo com os resultados até agora obtidos, espera-se que fature cerca de 175 000€ anuais, e apresente uma média de 65 000€ em despesas correntes. Destas despesas, cerca de 10 000€ anuais são referentes a despesas de representação e ajudas de custo!

Tendo em conta estes dados, vejamos qual o regime de tributação mais favorável...

Regime Geral de IRC

Sob o regime geral de IRC, o rendimento sujeito a imposto é apurado com base no lucro contabilístico. De uma forma muito simples, o IRC devido terá por base o seguinte:

  • 175 000€ - 65 000€ = 110 000€

Este rendimento, estará sujeito a uma taxa de 17% para os primeiros 15 000€ e de 21% para os restantes, resultando o mesmo num imposto a pagar de 22 500€. A este imposto a pagar, irá acrescer 1 000€ (10 000€ x 10%) de tributações sobre as despesas de representação e ajudas de custo. Ou seja, o imposto total a pagar será de 23 500€.

Regime Alternativo de IRC

O Filipe pode optar por outro regime de IRC, alternativo ao anterior. Isto é, o lucro sujeito a IRC poderá ser calculado com base num coeficiente fixo.

Neste cenário, o lucro sujeito a imposto seria de 98 437,5€. Ou seja:

  • 175 000€ x 0.5625 = 98 437,5€

Isto porque, à sua atividade e ano de tributação, está associado um coeficiente de 56.25%, para a determinação do rendimento sujeito a imposto.

Sob este regime simplificado, não à sujeição a tributações autónomas em determinados encargos, tais como as referidas despesas de representação e/ou ajudas de custo.

Assim, o valor do imposto será:

  • 15 000€ x 0.17 = 2 550€
  • 98 437,5€ x 0.21 = 17 521,88€

Em conclusão, pela simples escolha do regime fiscal mais adequado, o Filipe irá poupar 3 428€.

Para além desta significativa poupança fiscal, a “Creative Advantage, Lda.” fica ainda dispensada da entrega do pagamento especial por conta.

Utilize o nosso Simulador e confira a potencial poupança fiscal, que poderá alcançar na sua empresa, caso opte por este regime fiscal alternativo. Se necessitar de uma análise mais aprofundada, envie-nos o seu caso específico.



Notícias em destaque:

A UWU disponibiliza-lhe um Simulador de IMI que lhe permite conferir o valor a pagar em 2018, relativamente ao seu imóvel, e dessa forma preparar o...

Continuar a ler
Simulador IMI - Confira o valor a pagar em 2018

Estamos em pleno Verão, altura do ano que grande parte dos portugueses aproveita para gozar as suas férias. Assim, é especialmente importante rever algumas das regras do direito ao...

Continuar a Ler
Direito a Férias – Sabe quais são as regras fundamentais?

O Sistema de Incentivos Fiscais em Investigação e Desenvolvimento Empresarias II, a vigorar no período de 2013 a 2020, visa apoiar as atividades de Investigação...

Continuar a ler
Sistema de Incentivos Fiscais em Investigação e Desenvolvimento Empresarias II (SIFIDE II)

O Bernardo é diretor da empresa “MOS – My Own Shoes”. Uma empresa de calçado de luxo, localizada na região do Porto, com uma...

Continuar a ler
Quais os benefícios aplicáveis a contratos sem termo?
Visite o nosso arquivo de notícias