O Gonçalo é dono da “Tomorrow Tech, Lda.”! Esta empresa trabalha em engenharia de automação, constrói equipamentos e fornece suporte a fábricas de grande dimensão.

Após um intenso processo de negociações, Gonçalo conseguiu fechar um bom negócio! O novo cliente é a futura “Plastic Free World, S.A.”. Uma central de processamento e reciclagem de plásticos e seus derivados, que necessita de planear, construir e manter uma linha de reciclagem automatizada, e livre de combustíveis fosseis.

Desafio impressionante e emocionante para o Gonçalo, que partilha da opinião que todos devemos fazer algo para contribuir para um mundo mais sustentável e limpo!

No entanto, o Gonçalo necessita de ajuda! Toda a sua equipa já está alocada a outros projetos e é necessário contratar um novo engenheiro, a ser integrado em exclusivo neste novo desafio.

Chegando a contratação, o Gonçalo está agora indeciso sobre quais os valores a oferecer como vencimento e qual será o custo fiscal para a sua empresa. As suas opções são:

  1. Salário de 1 500€ e Subsídio de refeição pago em cartão; ou
  2. Salário de 2 000€ e Subsídio de refeição pago em dinheiro.

Como a “Tomorrow Tech, Lda.” é parceira da UWU Solutions, ajudámos o Gonçalo a encontrar o valor associado a cada opção. Assumindo que o novo colaborador não é casado e não tem dependentes, vejamos os valores obtidos:

Cenário 01 - Salário de 1 500€ e Subsídio de refeição pago em cartão

No primeiro cenário, assumimos que:

  • Salário base: 1 500€
  • Subsídio de refeição: 7,63€ / dia (Pago em cartão de refeição)
  • Subsídio de férias: Pago na totalidade
  • Subsídio de natal: Pago na totalidade

Utilizando o Simulador de vencimento líquido, obtemos os seguintes resultados:

Como podemos conferir, para o primeiro cenário, obtemos um custo mensal, para a empresa, de 2 024,11€. O colaborador, por sua vez, receberá um vencimento líquido de 1 235,86€.

Cenário 02 - Salário de 2 000€ e Subsídio de refeição pago em dinheiro

No segundo cenário, assumimos que:

  • Salário base: 2 000€
  • Subsídio de refeição: 4,77€ / dia (Pago em dinheiro)
  • Subsídio de férias: Pago na totalidade
  • Subsídio de natal: Pago na totalidade

Utilizando o Simulador de vencimento líquido, obtemos os seguintes resultados:

Como podemos conferir, neste segundo cenário, obtemos um custo mensal, para a empresa, de 2 579,94€. O colaborador, por sua vez, receberá um vencimento líquido de 1 432,94€.

À semelhança do Gonçalo pretende aumentar a sua equipa? Aceda ao Simulador de vencimento líquido e confira os custos associados a novas contratações. Caso surja alguma dúvida, contacte-nos!



Notícias em destaque:

A “fatura fiscal” da sua empresa está a chegar! É já neste mês de maio que terá de proceder ao pagamento do imposto sobre...

Continuar a ler
IRC 2018 - Diminua o imposto a pagar

O Gonçalo é dono da empresa “Tomorrow Tech, Lda.”! Uma empresa de engenharia de automação que...

Continuar a ler
Sabe quanto paga pelos seus colaboradores?

Decidimos preparar uma série de 5 vídeos onde vamos analisar os rácios tidos comumente como os mais importantes na análise da situação da empresa, fornecendo informações muito úteis relativamente aos...

Visualizar Vídeo
[Vídeo 01] Análise de Rácios - Introdução

Conforme já divulgado anteriormente por nós, o Orçamento do Estado para 2017 trouxe uma novidade relevante quanto à tributação de imóveis: o adicional ao IMI (o chamado AIMI).

Continuar a ler
AIMI – Faça a melhor opção e poupe no imposto
Visite o nosso arquivo de notícias